Passos para o crescimento exponencial através de Centros de Inovação.



Passos para o crescimento exponencial: possibilitando o seu futuro conectando e estimulando seu centro de inovação.

Written by Ben king

Traduzido por: Paulo Carvalho


Sua organização está pronta para o futuro?


É uma pergunta direta, mas pode ser extremamente difícil de responder. A inovação tornou-se uma das principais palavras da moda. E tem significados muito diferentes, dependendo da pessoa que usa o termo. A inovação é uma estratégia, uma cultura, um processo ou um estilo de liderança específico? É apropriado que não haja uma única definição acordada, porque os líderes precisam decidir como será uma estratégia de inovação bem-sucedida no contexto do objetivo, do cenário competitivo e das metas futuras de sua própria organização.


Hoje, toda organização está em uma jornada para o futuro e cada trajetória é diferente. Em organizações maiores, medir o progresso é um desafio, porque a inovação é mais prioritária em algumas divisões organizacionais do que em outras. Descobrimos que uma das melhores maneiras de avaliar o progresso geral é verificar as conexões entre o centro de inovação da organização e seu ecossistema estendido de parceiros e partes interessadas.


Quer chamemos isso de um centro de inovação, laboratório de inovação corporativa ou qualquer outra coisa, as principais organizações empresariais da atualidade precisam desses recursos para permanecer relevantes e criar valor futuro que possa resistir aos desafios de interrupção de concorrentes existentes e emergentes.


Encontrando seu centro

Os centros de inovação empresarial que são ativamente patrocinados por executivos de nível C e membros do conselho, geralmente indicam que uma organização entende como as tecnologias exponenciais estão gerando mudanças rápidas e radicais.

Na minha experiência, centros de inovação em grandes organizações - incluindo corporações, governos, instituições acadêmicas e organizações sem fins lucrativos - tendem a se dividir em três tipos, com diferentes níveis dentro de cada estilo. Primeiro, vamos dar uma olhada nos três tipos e como podemos conectar seu centro de inovação a toda a empresa e ao ecossistema para obter resultados ideais e crescimento exponencial.


Tipo 1: teatro de inovação - basta marcar a caixa


Centros de inovação tipo 1 tendem a olhar para trás, mostrando vitórias atuais e históricas e sucessos comerciais. Esse tipo de programa representa o que o autor e empreendedor Steve Blank chama de “Teatro da Inovação” - iniciativas criadas principalmente para mostrar, com pouco impacto mensurável ou valor econômico. Essas iniciativas são frequentemente formadas por inovadores em meio período, encarregados de projetos que são abordados em suas principais responsabilidades.


Surpreendentemente, até mesmo algumas das maiores organizações globais ainda possuem centros de inovação Tipo 1. Essas empresas normalmente têm altos executivos sob pressão para preparar suas organizações para o sucesso futuro, mas muitas vezes vêem a inovação como apenas um centro de custo. Às vezes, eles prestam serviço à inovação com concursos únicos ou hackathons. Muitas vezes, o chefe da inovação tem um título, mas autoridade limitada ou capacidade de tomar decisões. Não há retorno esperado sobre o investimento em centros Tipo 1.


A boa notícia: é um começo!


Tipo 2: Laboratórios de pesquisa e desenvolvimento de borda - o que estamos fazendo agora e o que estamos fazendo em seguida.


Os laboratórios de P & D de Borda contam com pessoal permanente e laboratórios de trabalho com recursos comprometidos e vitrines de produtos. Eles estão alojados em um espaço físico onde Agentes de Inovação e colaboradores podem realizar sessões de brainstorming, oficinas de inovação e demonstrações. Além disso, nesses centros, equipes dedicadas de P & D (normalmente longe de pesquisa e desenvolvimento) têm a tarefa de criar e desenvolver competências e soluções fora do negócio principal da organização - ou seja, estão criando novas soluções, não apenas aprimorando os produtos atuais.


Os centros Tipo 2 contam com Agentes de Inovação em tempo integral e têm acesso suficiente aos recursos financeiros e humanos da organização para serem eficazes. O chefe da inovação ou Head de Inovação geralmente tem autoridade real para tomar decisões que impulsionam o valor futuro da empresa. Além disso, o grupo de inovação adota metodologias ágeis para permitir a colaboração e o desenvolvimento rápido de soluções. A maioria desses centros de borda também terá objetivos compartilhados, pois eles trabalham em prol da visão unificada das metas de longo prazo da empresa, normalmente de 5 a 10 anos no futuro.


Os laboratórios de pesquisa e desenvolvimento mais avançados expandem o ecossistema colaborando com parceiros externos, suas equipes têm uma visão e têm o poder de levar as ideias ao palco comercial por meio de um processo interno estabelecido. Normalmente, esses centros dedicam uma porcentagem fixa de tempo e recursos para o aprendizado e construção de competências essenciais em torno de tecnologias emergentes e exponenciais, sem estarem vinculados a metas de ROI de curto prazo.


Tipo 3: Centros de Experiência ou I-HUB - vamos construir e mostrar o futuro juntos!


Finalmente, temos centros de experiência(I-HUB). Você encontrará esses centros de inovação em organizações que estão liderando a transformação da indústria, em vez de enfrentar interrupções de concorrentes ou sua própria inércia. O escopo das atividades nesses centros não está vinculado aos negócios existentes da empresa, mas sim guiado pela visão mais ampla.


Os líderes de inovação dessas organizações têm um lugar na mesa entre os principais executivos e tomadores de decisão da organização. Suas equipes têm o poder de trabalhar de forma independente para criar, desenvolver e construir planos de entrada no mercado para produtos e soluções inovadores.


As equipes de inovação do tipo 3 definiram sistemas e processos para projetar o potencial de lucro de soluções futuras e utilizam ferramentas e plataformas de análise inteligente para fornecer um centro de controle de missão que possibilita a colaboração e fornece uma única fonte de verdade para toda a organização. Como tal, eles podem monitorar e avaliar riscos competitivos e oportunidades de seus próprios setores e adjacentes, e podem acompanhar e monitorar o progresso dos projetos de inovação, desde a ideação até a comercialização.


Os centros de experiência(I-HUB) realizam frequentes eventos internos para ajudar a cultivar e sustentar uma cultura inovadora. Além disso, eles geralmente servem como centros de incubação para novas ideias que não se encaixam no core business atual da empresa. Essa abordagem permite que equipes dedicadas se concentrem na construção do futuro.


Centros de experiência(I-HUB) mais avançados oferecem uma experiência verdadeiramente imersiva que estimula os sentidos e deixa os visitantes envolvidos com a visão da empresa. Enquanto nos bastidores, os criadores de mudanças, os engenheiros e os criativos têm o poder de construir a próxima experiência que provavelmente levará ao próximo grande avanço da empresa.




Conectando suas comunidades


Agora que você sabe quais desses estilos melhor descrevem sua abordagem atual, você pode tomar medidas para aumentar o nível de seu centro de inovação, capacitar suas equipes com recursos e autoridade humanas e de capital de que precisam e fornecer as ferramentas para monitorar e controlar seu progresso.

Temos observado que quando uma organização levanta um centro de inovação Tipo 3 e traz essa cultura e mentalidade inovadoras para o resto da organização, a mágica acontece. Essa conexão entre a comunidade de inovação de sua organização e o ecossistema estendido de parceiros pode impulsionar o desenvolvimento de estratégias criativas de uma forma que você nunca imaginou ser possível. Centros de inovação avançados muitas vezes servem como ímãs de talento, atraindo indivíduos de diferentes disciplinas que são inspirados para criar mudanças dentro da empresa.


Idealmente, o seu centro de inovação fornecerá um modelo para toda a sua comunidade - um espaço seguro que permite que as pessoas compartilhem ideias e se tornem energizadas e engajadas pelo enorme potencial das tecnologias exponenciais.


Se você está iniciando sua jornada ou já criou um centro de experiência avançado, para alcançar um crescimento exponencial, exija que sua equipe de liderança trabalhe para conectar sua equipe de inovação com a empresa de forma mais ampla. É o caminho mais seguro para capacitar toda a sua organização a prosperar em meio ao caos e à incerteza.


Conheça o SID (Strategy Innovation Design) e implemente um I-HUB em sua organização.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CHAPTERS BRASIL

 

SÃO PAULO - SP

Endereço: Rua Vergueiro, 1061 - 7°. Andar - Liberdade.

CEP:01504-001.

Telefone: +55  (11) 9933734948 (WhatsApp)

CAMPINAS - SP

Endereço: R. Gustavo Armbrust, 36

CEP: 13092-106

Telefone: +55  (19) 99308-6873  (WhatsApp)

CAMBÉ - PR

Endereço: Rua Holanda, 252

CEP: 86.181-230

Telefone: +55  (43) 9  91907421 (WhatsApp)

POMERODE - SC

Endereço: Rua Presidente Costa e Silva, 203

CEP: 89.107-000

Telefone: +55  (47) 9  91816908 (WhatsApp)

XPER GLOBAL LIMITED

71-75 Shelton Street

Covent Garden

London - UK

WC2H 9JQER

Company number: 12786489

 

 

XPER BRASIL - GESTÃO EM INOVAÇÃO

TECNOLÓGICA LTDA.

FORTALEZA - CE

Endereço:  Av. Dom Luís, 807 - 21°. Andar - Meireles.

CEP: 60160-230.

Telefone: +55 (85)  981221100 (WhatsApp)

CNPJ: 33.173.492/0001-76 

CHAPTER PORTUGAL

VISEU - PT

Endereço: Praça D. João I, Lte 364 
Código Postal: 3510-376 

Telefone: +351 912 535 253 (WhatsApp)

CHAPTER AFRICA

CABO VERDE - AFRICA

BIC - Business Invubation Center, 100 - Palmarejo

Telefone:  +238 926 97 42 (WhatsApp)

  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social

© 2016 por XPER GLOBAL LIMITED - Todos direitos reservados

Prazo de entrega de produtos em até 15 dias uteis