ESTRATÉGIA 4.0 - PARTE 3 "Eu sou o produto do meu negócio"​



Resumo

Eu sou o produto do meu negócio! Sim, todo ser Humano é um negócio. Ele tem algo de valor a oferecer para outros Humanos e eles lhe darão algo em troca. A questão é se o valor dado for menor que o custo da sua oferta, você está falido. Porém, se o valor for maior do que você gastou com a oferta, você melhora sua qualidade de vida. Chamamos essa relação de Eu Sociedade Anônima ou EU S/A, e a linguagem como interagimos com a sociedade chamamos de Modelo de Negócios Pessoal.


EU S/A - Eu sou o produto do meu negócio

Neste artigo estarei propondo um passo a passo para gerar uma identidade profissional baseada em um MNP(Modelo de Negócios Pessoal) , ferramentas de apoio e como criar insights de inovação para transformar seu EU S/A em uma ferramenta de uso intensivo para adaptação a nova ordem mundial.


Cenário

Uma pesquisa global da MIT Sloan Management Review já havia apontado que 90% dos executivos entrevistados disseram que suas indústrias sofrerão rupturas significativas em poucos anos, mas apenas 44% se disseram preparados para enfrentar tal disrupção. Um outro estudo corroborou esses resultados. O estudo global “Digital Business Research Index”, realizado pela Dell Technologies, com mais de 4.000 executivos, mostrou que quase metade (45%) das companhias pesquisadas, temem que seus negócios se tornem obsoletos dentro dos próximos três a cinco anos. Mais da metade (52%) dos líderes de negócios vivenciaram uma interrupção significativa em seus setores nos últimos três anos, como resultado do advento das tecnologias digitais e da Internet das Coisas, e 48% das empresas globais não sabem como será seu setor daqui a três anos. E apenas uma pequena minoria está perto de concluir sua transformação.

A transformação digital provoca mudanças em todos os setores. Em julho de 2016, uma empresa tradicional, da chamada economia pré-Internet, a Unilever, comprou por um bilhão de dólares uma startup chamada Dollar Shave Club, fundada em 2011. Essa startup que tinha menos de quatro anos de vida conquistara 5% de participação do mercado americano de lâminas de barbear. Com um modelo digital de venda direta por assinatura, no qual o cliente paga um pequeno valor mensal para receber um pacote de produtos, ela conseguiu alcançar 3,2 milhões de assinantes e um faturamento de mais de 150 milhões de dólares. Sem fazer nenhum investimento em propagandas nas mídias tradicionais como televisão. E de quem ela roubou essa fatia de mercado? Da gigantesca Procter & Gamble, dona da marca Gillete e com mais de 180 anos de vida. A P&G, mesmo com seus investimentos bilionários em P&D não conseguiu ter velocidade suficiente para competir no mundo digital, onde as regras do jogo são diferentes. A estratégia da Unilever para fazer a aquisição pode ser analisada em “Seven Reasons why Unilever bought Dollar Shave Club”.

Vejo hoje as escolas de gestão que formam os novos executivos e aconselham os antigos como: FDC, FGV , FALCONI entre outras, sem respostas claras para as organizações quando se trata de novos modelos de negócios adaptáveis e ágeis.

Suas bases de conhecimento(5 forças de Michael Porter, Six Sigma, Lean, Balanced ScoredCard, GPD e etc), criadas no século passado para empresas que boa parte nem existem mais, não sustentam esta nova ordem mundial.

A grande questão é que o conceito de eficiência operacional = eficiência financeira não consegue mais atender aos acionistas, isto porque precisam adicionar a inovação nesta equação. 

Se avaliarmos boa parte das organizações que posicionaram sua estratégia na eficiência operacional e financeira, baseadas nos conceitos de volume de vendas, clientes e produto, não estão conseguindo fechar seu balanço(mesmo antes do COVID).

Isso implicará na forma como será feita a gestão das empresas daqui para frente.

Em 1942 o economista austríaco Joseph Schumpeter criou o conceito de destruição criativa ou destruição criadora em seu livro Capitalismo, Socialismo e Democracia.

Em síntese ele diz que se você não estiver pronto para destruir criativamente o que você faz hoje, alguém fará por você.

No conceito de inspiração e invenção simultânea, no mundo 430 pessoas em média tem a mesma idéia só que apenas 3 colocam essa idéia para funcionar.

Nasceu e já tem 2 na cola!

Desenvolver estratégias baseadas no Modelo de Negócios e não somente na eficiência operacional será decisivo para os executivos, entretanto criar estratégias 4.0 envolve não somente criar disrupção no setor que atua, mas em sua própria carreira profissional.


Método

Por que sou um negócio? 

Para respondermos essa pergunta, temos que fazer uma pergunta oposta. Por que eu não sou um negócio?

Existe uma mentalidade global que a palavra negócio está relacionada a empreender, fazer algo por conta própria ou mesmo o correr riscos. O termo mentalidade se refere a uma predisposição psicológica que uma pessoa ou grupo social têm para determinados pensamentos e padrões de comportamento, referindo-se ainda à maneira como nações inteiras se conduzem ideologicamente. Desta forma existe uma mentalidade onde a palavra negócio se identifica com riscos, e todos sabemos que a grande maioria da sociedade não tolera correr riscos.

Já o termo negócio provém do latim “negotĭum”, que é um vocábulo formado por nec e otium (“aquilo que não é lazer”). Trata-se da ocupação, da atividade ou do trabalho que se realiza com fins lucrativos. ... Para Peter Drucker o objetivo de um negócio é o desenvolvimento de clientes e não os lucros em si.

Interessante notarmos a inclusão da palavra cliente proporciona um certo paradigma, se exercemos uma função corporativa onde trocamos nossa força de trabalho por um salário e quem paga nosso salário é nosso empregador, sendo assim, não é justo entendermos que este empregador é nosso principal cliente?

A questão é quase cultural e porque não escravista, note que o significado da palavra trabalho vem do latim tripalium, termo formado pela junção dos elementos tri, que significa “três”, e palum, que quer dizer “madeira”.

Tripalium era o nome de um instrumento de tortura constituído de três estacas de madeira bastante afiadas e que era comum em tempos remotos na região europeia.

Desse modo, originalmente, "trabalhar" significa “ser torturado”.

No sentido original, os escravos e os pobres que não podiam pagar os impostos eram os que sofriam as torturas no tripalium. Assim, quem "trabalhava", naquele tempo, eram as pessoas destituídas de posses.

A idéia de trabalhar como ser torturado passou a dar entendimento não só ao fato da tortura em si, mas também, por extensão, às atividades físicas produtivas realizadas pelos trabalhadores em geral: camponeses, artesãos, agricultores, pedreiros etc.

A partir do latim, o termo passou para o francês travailler, que significa “sentir dor” ou “sofrer”. Com o passar do tempo, o sentido da palavra passou a significar “fazer uma atividade exaustiva” ou “fazer uma atividade difícil, dura”.

Só no século XIV começou a ter o sentido genérico que hoje lhe atribuímos, na qual seja, o de "aplicação das forças e faculdades (talentos, habilidades) humanas para alcançar um determinado fim".

Este fim é um salário, mas poderíamos substituir pelo termo valor monetário pago pelos meus serviços prestados a um determinado cliente(empregador).

Se consegui convencê-lo que você pode pensar seu ser como um negócio e que o risco de falência é o mesmo do que perder o emprego por ganhar muito, ou porque não se adequou às novas tecnologias, ou mesmo fez parte dos 25% de desempregados vítimas do impacto do coronavírus no negócio da Airbnb. Vá em frente!


Modelo de Negócios

O que é?

O modelo de negócios é uma representação visual de como entendemos a forma que uma organização ou uma pessoa gera valor para sociedade e é recompensada financeiramente por isso. 

Para que serve? 

Serve como objeto de comunicação para o mercado, stakeholders e colaboradores.

Serve como forma de planejar o presente e o futuro, para gerar valor ao mercado com sustentabilidade.


Como é representado?

Nosso formato de Modelo de Negócios é definido em uma esfrea de 11 componentes principais presentes (AsIs) e 26 sub-componentes futuros(ToBe). Uma camada de insights de inovação e outra superior para ações de transformação profissional.

Obs: Neste artigo estarei limitando apenas ao AsIs e ToBe.

Para explicarmos e avaliarmos cada componente, criamos um roteiro simples onde consta:

  • Nome do componente (Campo que deverá ser preenchido com informações)

  • O que é o componente ( Descrição do componente e sua devida importância no Modelo)

  • Checklist para preenchimento | AS IS(Dicas de perguntas que devem ser respondidas e serve de apoio para o preenchimento dos componente em seu modelo de negócios atual)

  • As variáveis futuras | TO BE (Sub componentes que devem ser preenchidos conforme seu impacto no modelo de negócios pessoal futuro To Be - usar as fichas de descrição e análise de componentes)

  • Ficha de descrição e análise de componentes (um cartão de análise dividido em campos específicos para serem preenchidos e analisados)

Adentro: Apresentando a Ficha de descrição e análise de componentes


a) DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO QUE EXERCE - EXEMPLO CIO b) INSERIR AS INFORMAÇÕES NO QUADRO CINZA


1) Descrição do componente mais impactante para o MNP

2) Variações futuras do componente


Relação com a profissão - Até que ponto este componente apoia: Sua formação básica profissional, tecnológica, metodológica, liderança com time, felicidade no trabalho e crescimento.

Coloque um valor , sendo (1) o menor e (3) o maior valor

Relação com o mercado - Até que ponto as organizações e pessoas consideram este componente alinhado com suas necessidades.

Coloque um valor , sendo (1) o menor e (3) o maior valor

Opção de inovação - Até que ponto este componente pode sofrer uma inovação metodológica, tecnológica etc que melhore seu desempenho profissional.

Obs 1: Inovação é a ação ou o ato de inovar, ou seja, modificando antigos costumes, manias, legislações, processos e etc; efeito de renovação ou criação de uma novidade.

Opção de disrupção - Até que ponto este componente pode sofrer uma disrupção que possa destruir sua jornada profissional e forçá-lo a ter que reconstruir sua carreira.

Obs 2: Disrupção é uma quebra ou descontinuação de um processo já estabelecido. Diz-se que algo é disruptivo quando interrompe, suspende ou se afasta do funcionamento normal. Assim, o adjetivo pode ser utilizado para qualificar um defeito, um comportamento, uma ideia, etc.


3) Impacto no Modelo de Negócios Pessoal - Mantenha pelo menos uma opção de aja agora aberta. Decidir se vale a pena manter vigilante ou desconsidere a hipótese.

Opções: 

Aja agora - Inicie um plano de ação ou um projeto imediatamente.

Mantenha vigilante - Crie um cronograma de pesquisa e faça boletins informativos.

Não considere - Desconsidere totalmente o componente

Para fins de exemplo iremos usar uma função de executivos C-LEVELS que irá inserir em um componente específico do Modelo de Negócios Pessoal.

Lembrando que independente da função você deverá preencher todos os componentes.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------  


PROPÓSITO


O QUE É?

Muito se fala sobre a necessidade de ter um propósito, mas poucas pessoas realmente entendem ou querem entender ou definir um para sua vida. A palavra propósito («do lat[im] proposĭtu-, "intenção"») significa «deliberação; resolução; decisão» e «intento; projeto»; quer dizer, ainda, «objeto; fim; mira» e «juízo; prudência». No conceito atual consideramos esta palavra a resposta para uma pergunta simples. 

Para que você nasceu?

A importância desta resposta está no fato de se for conhecida e empregada, ela será o fator determinante para que acorde todos os dias cedo com vontade de fazer algo que realize este propósito. Os desafios profissionais que estão sendo apresentados a todos os seres humanos, exige que esta vontade esteja realmente impregnada no seu ser, ou caso contrário corre o grande risco de ser substituído por uma máquina ou software.


O Propósito Transformador Massivo Transcende missão (e slogans) da forma como normalmente aparece em relatórios gerenciais para mostrar o porquê de existir sem demagogia, servindo de bússola que orienta a direção a seguir. Denota como a organização é e será reconhecida pelas pessoas e não simplesmente o que faz ou pretende fazer. Um propósito fornece sentido às pessoas e a convicção de que trabalham para uma causa útil


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS


Dotado de objetivo - O QUE VOCÊ QUER ALCANÇAR ?

Conectado à abundância - COMO SE CRIA UMA ABUNDÂNCIA NOVA OU EXPLORA UMA EXISTENTE?

Massivo - SEU ESCOPO É GLOBAL OU TEM O POTENCIAL DE SER?

Transformador - COMO O MUNDO SE TRANSFORMARIA PARA MELHOR SE O SEU PTM FOSSE ALCANÇADO?

Descritor do mundo - QUAL SERIA O ASPECTO DO MUNDO, UMA VEZ ALCANÇADO O PTM?

Positivo - COMO TODOS SAEM GANHANDO?

Inspirador - SE VOCÊ COMPARTILHASSE SEU PTM ALGUÉM SE ENVOLVERIA

Sucinto - É CURTO, SIMPLES E CLARO NÃO PRECISANDO DE EXPLICAÇÃO

Entusiasmado - O PTM TRANSMITE SEU ENTUSIASMO?

Muito ambicioso - O PTM É GRANDIOSO E OUSADO?

VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

O PTM é único sua variação é um sinal que não era seu propósito


CHIEF EXECUTIVE OFFICER - Para qualquer tipo de liderança, mas especialmente para os CEOs, está se tornando cada vez mais evidente que suas funções - especialmente aquelas que estão voltadas para fora - estão deixando de operar em um mundo previsível, no qual o aumento da eficiência é a estratégia dominante, para considerar um mundo em que a adaptabilidade e disrupção representam vantagens competitivas de ordem superior.





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PROBLEMA X OPORTUNIDADE


O QUE É?

Para que haja um propósito real, uma pessoa não pode funcionar movida pelo “salário apenas”, pela mera exploração dos outros ou da eficiência ao executar suas atividades profissionais.

Por isso, uma definição consciente de quais problemas você soluciona ou de qual oportunidade de agregar valor se quer concretizar em cima destes problemas é de fundamental importância para que você defina seu norte e direcione suas ações de maneira adequada.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS


Qual problema seu Modelo de Negócios Pessoal resolve hoje para o mercado? 

Qual problema no futuro seu Modelo de Negócios Pessoal deve se preparar?

Qual problema no mundo que ninguém está resolvendo hoje?

Os problemas resolvidos estão alinhados com o seu propósito?

Qual oportunidade seu Modelo de Negócios Pessoal oferece hoje para o mercado?

Têm alguma oportunidade de negócio internamente em sua empresa?

Existe alguma oportunidade de serviços e produtos que não sabemos em sua empresa?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE


MELHORIA CONTÍNUA: O Problema que você resolve e a oportunidade que você entrega, gera melhorias pontuais na operação de sua empresa? Quais são?

TRANSFORMAÇÃO PROFISSIONAL: O Problema que você resolve e a oportunidade que você entrega, gera uma transformação estratégica na sua profissão ao ponto de atualizá-lo com a nova economia?

TENDÊNCIAS FUTURAS: O Problema que você resolve e a oportunidade que você entrega, se baseia em tendências futuras, ela pode gerar disrupção em sua profissão ao ponto de não existir mais hoje?


CHIEF INNOVATION OFFICER - O Chief Innovation Officer gerencia o desenvolvimento criativo da empresa. Já que a inovação tornou-se a chave para o crescimento de uma organização exponencial sustentável, mais do que nunca. O CIO precisa confiar em fontes externas para acompanhar o ritmo acelerado das mudanças. a chave está em alavancar todo o ecossistema impulsionado pelo Propósito pessoal e corporativo. além disso, ele precisará estimular o processo de inovação (interno e externo), especialmente em termos de coerência e sincronicidade. 

Ele também deve incentivar a tomada de riscos e permitir a falha, e principalmente transformar problemas globais em oportunidades digitais.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PROPOSTA DE VALOR


O QUE É?

Antes de pensarmos qual função vamos desenvolver para solucionar problemas e criar oportunidades para o mercado, vamos pensar o conceito de valor. Valor é tudo aquilo que agrega algo benéfico ao dia a dia de uma pessoa ou de uma empresa, que não necessariamente tem a ver com retorno financeiro imediato(salários).


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Suas competências geram benefício direto e perceptível pela sua empresa?

O benefício gerado para sua empresa melhoram a operação dela?

O benefício gerado é visível para a alta gestão?

Sua proposta de valor está acessível para todos na organização onde trabalha ou presta serviço?

Sua proposta de valor gera crescimento para sua empresa?

Sua proposta de valor tem causa social embutida?

Sua proposta de valor gera impacto positivo na sociedade, meio ambiente?

Sua proposta de valor está alinhada com seu e com o propósito da empresa?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

DISRUPTIVA: Algumas propostas de valor satisfazem todo um novo conjunto de necessidades que as empresas anteriormente não percebia porque não havia nenhuma desdobramento da função similar. Isso está muitas vezes, mas nem sempre, nas novas tecnologias adotadas pelo profissional. Os telefones celulares, por exemplo, criaram toda uma nova indústria em torno de telecomunicações móveis. Por outro lado, os Sistemas de Gestão pouco se desenvolveram para atender às novas demandas de automação com machine learning.

INCREMENTAL:Melhoria do produto ou a prestação de serviços tem sido tradicionalmente uma maneira comum de criar valor. O setor de SMARTPHONES tem tradicionalmente contado com este fator, trazendo celulares mais poderosos para o mercado. Mas, o melhor desempenho tem seus limites. Nos últimos anos, por exemplo, os Smartphones mais rápidos, com mais espaço de armazenamento em memória e melhores aplicativos não conseguiram corresponder tecnologicamente aos anseios dos profissionais e clientes cada vez mais conectados.


CHIEF ARTIFICIAL INTELLIGENCE OFFICER - A nova geração de executivos não terá um humano na liderança mas um IA. que analisará as lideranças c-level e o valor entregue aos clientes. Será necessário agregar informação aos produtos e serviços de forma tão dinâmica que o cliente perceberá imediatamente os benefícios gerados. Provavelmente é uma boa ideia lidar com as oportunidades de análise avançadas relacionadas à sua estratégia de negócios futura com IA. O desafio é identificar a pessoa certa para assumir as rédeas desta posição de CAIO - e essa pessoa tem que ser líder em tecnologia, como o CIO ou o CTO, um conhecedor de mercado e finanças com CMO e CFO, ter o conhecimento holístico do negócio como um COO. Idealmente, é alguém que já ocupou o cargo de CEO, e que tem o desafio de juntar as pessoas certas para alimentar a IA: como as equipes de tecnologia, dados e negócios precisam estar conectadas e trabalhar lado a lado. com o CAIO.





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


CLIENTES


O QUE É?

Todo aquele que recebe e têm valor agregado ao seu dia a dia ou contexto pontual a partir das suas funcões profissionais ou serviços ofertados por você é denominado cliente, isso significa que não apenas quem paga seu salario é um cliente, outras pessoas dentro da empresa ou fora dela também podem ser considerados clientes.

Seus clientes são os diferentes grupos de pessoas ou organizações que você pretende alcançar e servir com suas competências. Isso inclui os usuários que não te pagam, mas que são necessárias para o modelo de negócio pessoal (por exemplo, usuários de motor de busca do Google Gratis, são essenciais para o seu modelo de negócios baseado em publicidade, ou os médicos são geralmente um elemento essencial, mas parte que não geram receita direta para o modelo de negócio de uma empresa farmacêutica).


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Seu cliente conhece todos os benefícios que você oferece com suas competências? 

Seu cliente é B2B, ou seja corporativo?

Seu cliente é B2C, ou seja um colaborador interno, terceirizado ou parceiro?

Seu cliente é H2H, ou seja de Humano para Humano?

Seu cliente ajuda você em seu trabalho?

Seu cliente co-participa da sua criação de valor?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

B2B - Quando sua proposta de valor atinge diretamente outras empresas chamamos de Business to Business, caso você seja um prestador de serviços individual por exemplo.

B2C - Quando sua proposta de valor atinge outras pessoas dentro da empresa, chamamos de Business to Customer.

H2H - Quando sua proposta de valor atinge o desenvolvimento de outras pessoas dentro e fora da organização gerando valor em rede, chamamos de Human To Human.


CHIEF MARKETING OFFICER - As funções de marketing sofreram uma disrupção considerável na última década, graças ao fenômeno mundial de mídias móveis e sociais. Durante os próximos anos, essa disrupção assumirá várias formas diferentes. Existe uma bifurcação na indústria na qual as agências ou marcas, ou estão se tornando empresas de análise, ajudando a gerenciar o funil de vendas de seus clientes.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


JORNADA


O QUE É?

Uma jornada do cliente é um caminho que ele pode percorrer na avaliação, aquisição e uso de um produto ou serviço seu dentro de uma organização. Considera também todas as outras eventuais necessidades de interação entre você e seus clientes externos e internos, fornecedores externos e internos como suporte, feedback, financeiro, produção, tecnologia e etc. O conjunto de todas as jornadas percorridas forma a experiência do cliente, hoje o elemento mais decisivo no sucesso ou fracasso de um negócio e de sua carreira profissional.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Que tipo de experiência que cada um dos integrantes de suar rede profissional esperam de você para estabelecer e manter com eles?

Quais os que estabelecemos?

Como caros são eles, quais recursos você usa internamente e externamente?

Como eles são integrados com o resto do seu Modelo de Negócio Pessoal, commo se integram as suas redes sociais pessoais?

Como monitora início do relacionamento, ou seja o Hot Lead entre você e seus clientes e fornecedores internos e externos?

Como monitorar os contratos de SLAs(relação entre entradas e saídas de um serviço prestado) entre voc6e e seus pares dentro da empresa ou em um cliente externo.

A jornada do cliente gera intersecção com seu propósito?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

AUTOMATIZADA - Isso significa que não existe uma experiência real entre a empresa e o cliente externo,e entre a empresa e seus colaboradores. A empresa interage com uma base transacional inteligente, através de sistemas de gestão, CRMs, Processos automatizados, vídeo conferências, e automação cognitiva. Sua participação se limita a analisar resultados e tomar decisões estratégicas.

ASSISTÊNCIA PESSOAL - Esta experiência é baseada na interação humana. O cliente externo ou interno pode se comunicar com você para obter ajuda durante o processo de vendas ou outros processos da empresa. Isso pode acontecer no local de trabalho ou remotamente, através de call centers, por e-mail, ou através de outros meios. Voc6e executa tarefas manuais com apoio de sistemas de computação.

COMUNIDADES - Cada vez mais, as empresas estão utilizando comunidades de usuários para se tornarem mais envolvidas com os clientes e funcionários para facilitar conexões entre os membros da comunidade. Muitas empresas mantêm comunidades on-line que permitem aos usuários/colaboradores trocar conhecimentos e resolver problemas uns dos outros. As comunidades também podem ajudar as empresas a compreender melhor os seus clientes. 


CHIEF DATA OFFICER - O Chief Data Officer é a mais nova profissão de nível C-Level. hoje em dia coexistimos com bilhões de sensores produzindo dados para algoritmos, soluções de big data, decisões baseadas em dados e métricas de valor(ou lean). Todas as organizações de hoje têm necessidade de gerenciar e interpretar esse volume de dados, sem violar as leis de privacidade e de segurança e confiança do cliente. Daí a necessidade do CDO, cujo principal papel é gerenciar os dados, encontrar informações práticas, e em seguida, transmiti-las de forma útil para os C-levels.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


CANAIS


O QUE É?

Qualquer ponto de interação entre um cliente ou fornecedor "externo e interno" é considerado um canal, considerando-se, inclusive, pontos de contato como mídias sociais e YouTube. A quantidade de canais necessários para manter-se relevante para seuecossistema de relacionamento e a complexidade de interação através deles é cada vez maior, portanto, ao pensar em canais é de suma importância pensar na capacidade omnichannel, ou seja, a capacidade de permitir a seu ecossistema de navegar entre todos os canais de forma totalmente transparente.

Seus Canais irão descrever como você se comunica e como atinge o seu ecossistema para entregar a sua proposta de valor.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Quais canais você usa para adquirir um notebook ou software dentro da empresa?

Quais canais usa para manter o relacionamento com seus clientes e fornecedores "externos ou internos"?

Como eles são integrados com o resto do seu modelo de negócio pessoal? 

Como se monitora a experiência dos seus clientes e fornecedores "externos ou internos"?

Você tem modelado o processo da Jornada dos seus clientes e fornecedores "externos ou internos"?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

AQUISIÇÃO - Este são os canais que possibilitam a você adquirir ou alugar os recurso necessários para executar sua proposta de valor.

RELACIONAMENTO - São os canais que possibilitam que você e a organização mantenham um relacionamento com todo o ecossistema, exemplo: Videoconferência, centrais de atendimento, ouvidorias, instant messenger, chatbots e etc.

ENTREGA - São os canais usados para entregar sua proposta de valor para o seu cliente, por exemplo: Em uma loja de e-commerce os canais de entrega podem ser as empresas de logística(correios), ou se o produto é digital o canal pode ser um Aplicativo instalado no celular ou um e-book em PDF>. Dentro da empresa o canal de entrega pode ser uma planilha excel anexada a um e-mail ou um hiperlink para o Google Drive.


CHIEF LEGAL OFFICER - A transformação digital representa um novo conjunto de obstáculos para a função jurídica e ser um CLO pode ser tanto estimulante quanto estressante. o sistema legal é o repositório coletivo de valores sociais e é, portanto, muitas vezes incompatível com o rápido progresso. Hoje, a pressão sobre o sistema é maior do que nunca - e isso evoca uma das perguntas mais frequentes: como as estruturas regulatórias e legais sobrevivem à medida que a tecnologia se afasta rapidamente de nós?

Não importa o quanto os obstáculos são desafiadores, o CLO não terá o luxo de esperar que os problemas se resolvam sozinhos. E, embora o conceito de um departamento jurídico exponencial possa soar como um paradoxo, não precisa ser assim. pois a incerteza faz parte da atual natureza humana.



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


ECOSSISTEMA


O QUE É?

A realização de qualquer profissão exige a interação não somente entre você e os membros da organização, mas, também com fornecedores, órgãos regulatórios, parceiros, concorrentes, outras organizações e modelos de negócio, sociedade e meio ambiente.

Reconhecer o próprio pertencimento a um ecossistema maior torna os valores agregados por você mais relevantes, diminui barreiras e fronteiras, quebra paradigmas e traz maior sustentabilidade econômica, social e ambiental para os negócios.

Os ecossistemas descrevem a rede de partes interessadas que você interage todos os dias.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Quem são seus principais parceiros em seu ecossistema externo?

Quem são os colaboradores do ecossistema interno que você interage?

Quem são seus principais fornecedores do ecossistema externo?

Quais processos que os parceiros apresentam para nós?

O seu ecossistema gera intersecção com seu propósito?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

INTERNO - Colaboradores, terceirizados e etc

EXTERNO - Clientes da empresa, fornecedores, parceiros, governos, contabilidade, juridico, youtubers, seguidores de redes sociais e etc.


CHIEF HUMAN RESOURCES OFFICER - O ritmo acelerado das tecnologias exponenciais também não poupará o mundo do rh. A evolução da biotecnologia (perfis de dna de colaboradores) , neurotecnologia (perfis neurológicos de colaboradores), sensores e big data (o colaborador quantificado) fornecerá informações sem precedentes sobre a força de trabalho. Observamos mudanças nas técnicas de recrutamento, colaboração e desenvolvimento de colaboradores, à medida que se tornam cada vez mais digitalizadas. Tudo isso deverá resultar em algumas mudanças inesperadas e surpreendentes, tanto no recrutamento quanto na liderança de equipe. Finalmente, a taxa de aprendizagem se tornará um indicador convencional para medir o progresso de um indivíduo.





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PROCESSOS


O QUE É?

Processos são as sequências de atividades necessárias para disponibilizar canais de contato para os clientes e fornecedores externos e internos, apoiar suas jornadas e resolver seus problemas ou suprir suas necessidades.    É importante lembrar-se que um negócio está sempre integrado a um ecossistema. Processos não são apenas os conjuntos de atividades ocorridas dentro da organização, mas sim em todas as interações necessárias dentro de um ecossistema de negócios. Pensar nos processos externos à organização é importante pois pode, inclusive, ajudar a quebrar paradigmas e encontrar interações onde, talvez, fosse possível oferecer uma melhor experiência ao usuário através da participação da organização.

Os principais processos descrevem as atividades mais importantes que você deve fazer para desenvolver seu trabalho. sempre é importante conhecer e definir em quais processos suas atividades diárias estão envolvidas e qual seu papel como ator destes processos.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Você é ator em alguma parte do processo primário? Quais são as atividades envolvidas?

Você é ator em alguma parte do processo de suporte? Quais são as atividades envolvidas?

Você é ator em alguma parte do processo gerencial? Quais são as atividades envolvidas?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

PROCESSO PRIMÁRIO

Os processos primários são aqueles que agregam valor diretamente aos clientes, de modo que representam as atividades essenciais para que as organizações cumpram o propósito fixada para seu negócio. São interfuncionais e também chamados de ponta a ponta.

PROCESSO DE SUPORTE

Este conjunto de processos tem a função de oferecer reforço ou apoio para os processos primários, colaborando com a sua boa realização. Serve ainda para prover apoio a outros processos de suporte, dependendo do caso. Ex TI, RH, Financeiro.

PROCESSO GERENCIAL

Esse último grupo de processos contempla as medições, monitoramentos, controles e gestão do negócio, ditando influência direta na capacidade de realização das atividades, de maneira que a organização atue conforme seus objetivos e metas de desempenho. Também buscam garantir que os escopos operacionais, financeiros e regulatórios sejam cumpridos e alcançados.


CHIEF OPERATING OFFICER - No coração de qualquer organização, o trabalho do Chief OperatIng Officer é simplesmente fazer as coisas acontecerem. O COO precisa considerar as tendências crescentes de risco de segurança e privacidade, descentralização, localização e ativos alavancados, já que tudo isso afetará muito a organização. Ao lidar com produtos físicos agregados a IoT perceberá que a tecnologia terá um impacto na produção e na cadeia de suprimentos devido à rápida evolução da nanotecnologia, impressão 3d e 4d, sensores, inteligência artificial, robôs e drones. Sem contar os produtos digitais que farão parte do portfólio de quase todas as organizações.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ATIVOS


O QUE É?

Ativos são os elementos necessários para viabilizar os processos, podendo ser tangíveis (material de escritório, máquinas, carros) ou intangíveis (conhecimentos específicos, patentes), como também próprios ou compartilhados. O modelo tradicional prioriza a posse dos ativos. Modelos mais inovadores deverão valer-se, cada dia mais, do compartilhamento de ativos. Isso diminui a ociosidade dos mesmos, diminui o custo de manutenção, aumenta a produtividade, a adaptabilidade, poupa o meio ambiente, agrega valor mais relevante à sociedade, além de trazer inúmeras outras vantagens. Os seus ativos principais descrevem os recursos mais importantes e necessários para fazer seu trabalho dentro do seu Modelo de Negócio Pessoal?.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Que ativos nosso ecossistema exige para mantermos um relacionamento?

Que Ativos que suas proposição de valor exige? 

Quais ativos  algoritmos desenvolvemos?

Os nossos ativos geram  intersecção com nosso propósito?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

FÍSICO: Esta categoria inclui os ativos físicos, tais como smartphone, notebooks, smartwatch, moveis e etc

DIGITAIS: Ativos  digitalizados como software, e-books, conteúdo social, algoritmos ou códigos de linguagem e programação e etc..

TÁCITOS: Ativos de propriedade intelectual, tais como marcas, conhecimento proprietário, patentes e direitos autorais, parcerias e bases de dados dos clientes são cada vez mais importantes componentes de um Modelo de Negócio Pessoal  forte. Ativos de propriedade intelectual são difíceis de desenvolver, mas quando criado com êxito pode oferecer um valor substancial. 


CHIEF TECHNOLOGY OFFICER - No passado, os CTOs geralmente tinham duas tarefas: lidar com grandes pacotes de softwares e serviços e garantir que apenas os dispositivos oficialmente autorizados operassem dentro da organização. Agora, eles terão de lidar com um número crescente de dispositivos, tecnologias, serviços e sensores trazidos por uma força de trabalho que está exigindo cada vez mais o acesso eletrônico de todos os lugares. isto levará a um aumento de invasões por hackers e outros problemas de segurança para o CTO resolver.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


RECEITAS E IMPACTOS POSITIVOS


O QUE É MONETIZAÇÃO?

Se os clientes compreendem o coração de seu Modelo de Negócios Pessoal, fluxos de receita são as suas artérias. “Você deve perguntar a si mesmo, por qual valor cada cliente verdadeiramente estão dispostos a pagar?” Isso vale para o empregador.

Monetização é a forma como seu cliente vai adquirir seus produtos e serviços profissionais.


O QUE É IMPACTO POSITIVO?

Os impactos positivos é o resultado da sua proposta de valor reverberando positivamente na Sociedade, Meio Ambiente e na Cultura. 

Podem ser ao redor da  empresa em que trabalha como em todo o planeta.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Seu Modelo de Negócios Pessoal suporta prestar serviços como CNPJ?

Seu Modelo de Negócios Pessoal suporta gerar receita por entrega e não por salário?

Seu Modelo de Negócios Pessoal suporta gerar receita por tempo de trabalho fracionado?

Você agrega valor social a sua monetização? Do tipo 10% da receita em doação de fraudas para terceira idade?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

MONETIZAÇÃO: A forma como você é remunerado pela sua proposta de valor, pode ser através de um salário ou de uma NF emitida pela empresa.

IMPACTO POSITIVO: Envolve agregar algum tipo de valor social, ambiental e cultural junto a sua proposta de valor.

CUSTOS E EXTERNALIDADES NEGATIVAS


O QUE É CUSTO?

Sua estrutura de custos descreve todos os custos incorridos para operar o seu Modelo de Negócio Pessoal.  Naturalmente, os custos devem ser minimizados em cada Modelo de Negócio Pessoal, mas estruturas de baixo custo são mais importantes para alguns modelos de negócios do que para outros. 

Cortar as mensalidades das escolas dos filhos, pode não ser a melhor alternativa. Em vez disso porque não evitar almoços e reuniões de prospecção de clientes ou entrevistas de empregos que não fazem sentido.


O QUE É EXTERNALIDADE NEGATIVA?

Todo impacto negativo gerado a Sociedade, Meio Ambiente ou a cultura de uma região, país ou mundo, chamamos de Externalidade Negativa.

Exemplo: Se um laboratório químico deixa vazar um virús para o meio ambiente, e o mesmo se espalha para todo o mundo deixando bilhões de pessoas em quarentena, podemos identificá-lo como externalidade ambiental, social e cultural. Atacar um executivo em uma rede social, por ter sido mal entendido, faz parte de uma externalidade social.


CHECKLIST PARA PREENCHIMENTO | AS IS

Você ja criou um demonstrativo de resultados para seu MNP e adapte seu custo as receitas?

Você têm uma identidade pessoal alinhada a sua digital? Sei propósito sustenta ambas?


VARIÁVEIS FUTURAS | | TO BE

CUSTOS: Quais custo futuros você terá quando migrar para uma função que envolva Inteligência Artificial? É importante criar uma expectativa de custos assim que planejar uma mudança profissional ou uma migração de conhecimento.

EXTERNALIDADE NEGATIVA: Avalie sua identidade digital e evite propagar informações que não condizem com sua identidade real e propósito pessoal. Se você têm algum tipo de Xenofobia, evite mandar currículos para empresas que pregam a diversidade racial.


CHIEF FINANCIAL OFFICER - A função financeira, embora historicamente muito conservadora e prudente, está prestes a enfrentar a disrupção radical de várias tecnologias, incluindo IA(Aprendizado profundo), sensores e bitcoin (particularmente, o protocolo subjacente da cadeia de blocos). Estamos presenciando uma desfragmentação total da arena financeira e o setor de pagamentos digitais, que particularmente, está pronto para transformação.





---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Resultados

Podemos afirmar que quando um executivo desenha seu Modelo de Negócios Pessoal ele representa seu posicionamento estratégico além do seu setor ou área de competência, mas em toda a organização. Mudando drasticamente a forma com se desenvolve estratégias na organização, saindo de um modelo departamental e hierárquico para um modelo circular e holocrático. 


Resultado 1 - Linguagem Universal Corporativa

O uso do Modelo de Negócios Profissional associado ao Modelo de Negócios da Empresa cria uma linguagem entre o negócio e os profissionais que suportam as operações de forma simples e dinâmica, transformando o planejamento estratégico em uma ferramenta ágil e orientada a adaptabilidade e inovação.


Resultado 2 - Linguagem de Comunicação de Mercado

A substituição do Currículo Vitae pelo Modelo de Negócios Pessoal, possibilita transformar entrevistas em apresentações de projetos para o contratante.

Criando assim uma dinâmica de conhecimento que permite ao candidato explorar problemas do contratante e transformar em oportunidades de melhoria operacional ou até criação de novos produtos e serviços inovadores.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Discussão

Como esta mudança de planejamento pessoal e corporativo orientado a inovação pode criar uma disrupção com os modelos de gestão atuais?

O quanto estamos preparados para uma nova linguagem de interação entre colaboradores, entre empresas e entre ecossistemas?


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Referências

Ismail, Salim . (2014). Organizações Exponenciais, Vol nº 1 (Edição nº4), 284 páginas

Palao, Francisco. (2019).  Transformações Exponenciais, Vol nº 1(Edição nº1), 387 páginas

Laloux, Frederic. (2014). Reinventando as organizações, Vol nº 1(Edição nº1), 342 páginas 

Harari, Yuval. (2015). Uma Breve História do Amanhã, Vol nº 1(Edição nº14), 443 páginas 

Brown, Tim. (2015). Design Thinking, Vol nº 1(Edição nº16), 249 páginas 

Ries, Eric. (2017). O Estilo Startup, Vol nº 1(Edição nº1), 367 páginas 

Ries, Eric. (2011). A Startup Enxuta, Vol nº 1(Edição nº5), 274 páginas 

Dweck, Carol. (2006). Mindset - A nova psicologia, Vol nº 1(Edição nº1), 310 páginas

Gray, Dave . (2012). Game Storming, Vol nº 1(Edição nº1), 264 páginas

Diamandis, Peter. (2016). BOLD - Oportunidades Exponenciais, Vol nº 1(Edição nº1), 307 páginas

Knapp, Jake . (2016). SPRINT O método usado no google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias, Vol nº 1(Edição nº1), 319 páginas 

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CHAPTERS BRASIL

 

SÃO PAULO - SP

Endereço: Rua Vergueiro, 1061 - 7°. Andar - Liberdade.

CEP:01504-001.

Telefone: +55  (11) 9933734948 (WhatsApp)

CAMPINAS - SP

Endereço: R. Gustavo Armbrust, 36

CEP: 13092-106

Telefone: +55  (19) 99308-6873  (WhatsApp)

CAMBÉ - PR

Endereço: Rua Holanda, 252

CEP: 86.181-230

Telefone: +55  (43) 9  91907421 (WhatsApp)

POMERODE - SC

Endereço: Rua Presidente Costa e Silva, 203

CEP: 89.107-000

Telefone: +55  (47) 9  91816908 (WhatsApp)

XPER GLOBAL LIMITED

71-75 Shelton Street

Covent Garden

London - UK

WC2H 9JQER

Company number: 12786489

 

 

XPER BRASIL - GESTÃO EM INOVAÇÃO

TECNOLÓGICA LTDA.

FORTALEZA - CE

Endereço:  Av. Dom Luís, 807 - 21°. Andar - Meireles.

CEP: 60160-230.

Telefone: +55 (85)  981221100 (WhatsApp)

CNPJ: 33.173.492/0001-76 

CHAPTER PORTUGAL

VISEU - PT

Endereço: Praça D. João I, Lte 364 
Código Postal: 3510-376 

Telefone: +351 912 535 253 (WhatsApp)

CHAPTER AFRICA

CABO VERDE - AFRICA

BIC - Business Invubation Center, 100 - Palmarejo

Telefone:  +238 926 97 42 (WhatsApp)

  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social

© 2016 por XPER GLOBAL LIMITED - Todos direitos reservados

Prazo de entrega de produtos em até 15 dias uteis